Menu

   A polícia continua as buscas por dois presos estrangeiros que fugiram da penitenciária "Cabo PM Marcelo Pires da Silva", em Itaí (SP). As fugas ocorreram entre domingo (2) e segunda-feira (3). De acordo com a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (SAP) , se foram recapturados, ambos perderão o benefício do regime semiaberto.Os foragidos são um peruano e um boliviano. Ambos cumpriam penas em regime semiaberto e trabalhavam no serviço de limpeza e manutenção da unidade quando escaparam. A penitenciária é a única que recebe estrangeiros detidos no estado de São Paulo.Segundo a Polícia Militar, a primeira fuga ocorreu na manhã de domingo (2). O preso, um peruano, pulou o alambrado que cerca a área de progressão da unidade de detenção, onde ficam os detentos do regime semiaberto. Ele teria fugido enquanto realizava os serviços de limpeza. O espaço anexo é separado da área de segurança máxima da unidade, onde estão os presos que cumprem a pena em regime fechado.Já no início da tarde desta segunda-feira (3), mais um preso conseguiu escapar. Ainda de acordo com a Polícia Militar, o segundo homem é boliviano e tem 19 anos. Ele também deixou a unidade enquanto realizava serviços de manutenção do lado de fora do presídio.Ainda segundo a SAP, nos dois casos os agentes da unidade teriam corrido, mas não conseguiram alcançar os reeducandos, que se esconderam nas matas em volta da unidade. A secretaria informou também que a Polícia Militar foi imediatamente acionada e realizou buscas no local, mas não conseguiu localizá-los.De acordo com a assessoria, por se tratar de ala de regime semiaberto, os mecanismos de segurança não são tão rigorosos e o preso que cumpre pena nesse setor tem direito a cinco saídas temporárias por ano. Além disso, a secretaria informou que por se tratar de presos estrangeiros - a maioria não tem vínculos familiares no Brasil- o que leva a um índice expressivo de evasão e não retorno após as saídas temporárias.As duas ocorrências foram registradas como evasão e a Polícia Civil deve investigar o caso e reforça a orientação aos moradores que entrem em contato com a PM, caso encontrem algum suspeito, com sotaque estrangeiro na cidade.A penitenciária tem capacidade para 972 presos, no entanto, está com mais de 1,3 mil homens.

Fonte G1
 
Top