Menu

 Peça faz parte da campanha – “Faça Bonito: Proteja nossas crianças e adolescentes”!

No dia 14 de maio foi apresentado na Câmara Municipal de Itaí o espetáculo Infantil “Vim Ver Maria”. Do Grupo de Teatro Só Arte de Ourinhos. A peça  mostra a convivência de uma família, em que Maria, filha mais nova é vítima de um abuso sexual dentro de casa, causado pelo tio que cuida da menina na ausência dos pais. Dentro dessa narrativa o grupo desenvolve algumas situações e sentimentos  que a criança vive quando passa por essa situação, como o medo, a vergonha, e em seguida as atitudes que irão levá-la a enfrentar a situação e denunciar. Mostrando essa realidade para criança, de uma maneira direta, com humor, orientando a criança sobre o tema.

Através de uma peça teatral temática, tendo como base em sua pesquisa, relatos cedidos por psicólogas e assistentes sociais. Pretende-se assegurar de forma lúdica, ações preventivas contra a violência sexual, possibilitando que as crianças de 6 a 10 anos sejam educadas a identificar o abuso precocemente e gerar atitudes de autoproteção. A peça foi realizada para os alunos do Ensino Fundamental da Rede pública Municipal, no período da manhã e da tarde.
Tendo em vista a Campanha Nacional que será realizada no dia 18 de maio "Faça Bonito: Proteja nossas crianças e adolescentes!”, a Secretaria do Bem Estar Social, através do CREAS em parceria com o CRAS - Centro e CRAS – Capitão Cesário, está realizando diversas ações ao longo do mês de maio, sendo o Teatro uma delas. O objetivo dessa campanha é conscientizar e mobilizar a população no combate à violência sexual contra crianças e adolescentes no município, de forma a esclarecer o que caracteriza a violência sexual, a forma legal como é conduzido o crime e instrumentalizar as crianças, adolescentes e seus familiares para que possam reconhecer possíveis situações de violência sexual e se protegerem.

Se alguém tiver suspeita ou conhecimento de alguma criança ou adolescente que esteja sofrendo violência deve denunciar ao Conselho Tutelar pelo telefone3761-3355 ou pelo disque denúncia através do número 100.
 
Top