Menu

 A colheita de atemoia começou na região deParanapanema (SP) e deve seguir até o fim de julho. Porém, a seca no início do ano prejudicou a qualidade da produção. Sem a quantidade de chuva necessária muitos frutos não cresceram como o esperado. O clima também teve reflexo no crescimento das plantas. 

O engenheiro agrônomo Fernando Mascaro explica que, apesar do crescimento prejudicado, os frutos estão de boa qualidade e sadios em termos de pragas e doenças. “A gente teve uma condição em clima em janeiro, fevereiro e março de pouca chuva, baixa umidade do ar, isso prejudicou um pouco o crescimento da planta e o crescimento dos frutos”.O agricultor Alberto Nascimento antecipou a poda dos pés de atemoia na tentativa de colher os frutos mais cedo.  Ele esperava uma produção de 25 toneladas por hectare, mas a estimativa para esta safra é de apenas 15. “Eu adiantei a poda para fugir um pouco dessevento frio que escurece a casca da atemoia e deixa ela comercialmente prejudicada. Então, nós temos redução de tonelagem de produção e 60% da fruta é miúda. ”

O agriultor Osvino Kalmann plantou atemoia pela primeira vez. Ele apostou no sistema de irrigação, não terá problemas com a venda e pensa até em aumentar a plantação para a próxima safra. “Provavelmente no fim do ano a gente vai implantar mais uns dois hectares. Isso é para suprir, desse tempo não tem outra fruta, então, precisa preencher com algum ganho a mais."

FONTE G1
 
Top