Menu

 O travesti de 29 anos que foi encontrado morto em Arandu (SP) foi enterrado na tarde desta segunda-feira (9) no Cemitério Munidipal de Avaré (SP), cidade onde morava. De acordo com a Polícia Civil, a vítima, que usava o nome Paola, foi encontrado com perfurações no pescoço, hematomas sobre o corpo, com os pés e mãos amarrados e os órgãos genitais à mostra. Ainda segundo a polícia, ela se prostituía.O corpo do travesti foi visto por um morador do Bairro Anhumes, zona rural de Arandu, no domingo (8). O homem caminhava por uma estrada de terra quando viu o travesti no chão às margens de um cafezal. Ele acionou a PM, que levou o corpo ao Instituto Médico Legal (IML) deAvaré. Ninguém foi detido.Segundo o delegado responsável pelo caso, Marco Aurélio, a hipótese levantada pela PM de que um cliente do travesti pudesse ter cometido o crime é tratada com cautela. “Já ouvimos diversas pessoas informalmente ontem [domingo] e hoje [segunda-feira]. Trabalhamos com várias linhas de investigações, e ainda é cedo afirmar se um cliente seria o autor do crime.”O delegado diz também que aguarda o laudo da autópsia feita no IML, que vai apontar as causas da morte e outros detalhes. O resultado deve sair até 19 de junho. “Por lei, o instituto tem 10 dias para informar o resultado, mas como o caso é complicado ainda não há previsão para conseguirmos essas informações”, completa.

FONTE G1
 
Top