Menu

 Nesta quarta-feira, 23, profissionais da área social da prefeitura itaiense, sob a chancela e articulação da Secretaria do Bem Estar Social, representantes da sociedade civil, interessados, imprensa, estiveram reunidos na sede da Diretoria de Ação Social, diretora Vanderli Candido Baú, região central da cidade, para discutir a criação do Conselho Municipal de Políticas Sobre Drogas – Comad.
Dentre outros, estavam presentes Valmir Domingos, prefeito, Kátia Queiroz, 1ª Dama e secretária do Bem Estar Social, Pe. João Marcos Boranelli, pároco da Igreja de Santo Antonio, de Itaí, Adalzira Almeida Garcia, secretária da Educação, vereador Armando Camilo Martins (PT), Paulo Henrique Gesualdi, presidente da Associação Comercial de Itaí, Ruthielen de Cássia Gonçalves Cláudio, presidente do CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), representantes das escolas municipais e estaduais, representantes das entidades assistenciais privadas, representante da Pastoral da Sobriedade, ligada a Igreja Católica Apostólica Romana, além de conselheiras do Conselho Tutelar.
Ressalte-se que foram convidados representantes da sociedade social, que, por motivos de força maior, não puderam comparecer em tão importante reunião.
Essa reunião preparatória discutiu amplamente os assuntos ligados ao tema do COMAD, principalmente a prevenção ao uso de drogas na sociedade local. A união de esforços da sociedade civil e do poder público visando uma ampla atuação nessa prevenção, através de estratégias apropriadas e atitudes mais eficazes.
É de conhecimento de todos que o consumo de drogas é um dos mais graves problemas mundiais na atualidade, razão pela qual tem ocorrido uma total mobilização, não só governamental, como de toda a população, no sentido de enfrentá-lo.
O Brasil não se encontra alheio a essa mobilização.
O Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas – Conad, a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas – Senad, e os Conselhos Estaduais de Políticas sobre Drogas – Conens, mediante sua atuação integrada, vêm desenvolvendo importante trabalho nas esferas federal e estadual, direcionado para o estabelecimento de políticas públicas para a conscientização da população sobre os riscos e prejuízos do uso de substâncias psicoativas ilícitas e também no sentido de buscar a promoção da prevenção ao uso de tais substâncias.
Itaí não está à margem dessa mobilização.
Cidadãos e atores sociais do município ensejam todos os esforços no sentido da criação do Conselho Municipal de Políticas Sobre Drogas – Comad, visando proteger principalmente a juventude itaiense deste problema, organizando seus esforços e iniciativas no sentido de desenvolver ações referentes à prevenção do uso indevido de drogas, bem como relacionadas ao tratamento, recuperação e reinserção social de indivíduos que apresentem transtornos decorrentes do uso indevido de drogas ou dependência química.

 
Top