Menu

  Aproximação do verão aumenta o número de focos de reprodução do mosquito da dengue.

Com a chegada do verão e a volta da época de chuvas, o risco de contágio da dengue torna-se preocupante para a saúde pública. A dengue é uma doença viral transmitida pela picada da fêmea do mosquito Aedes Aegypti. Quando infectada, a vítima pode sentir uma série de sintomas como febre, dores de cabeça, dor nos olhos, vermelhidão na pele, tonturas e cansaço.

A maneira mais eficaz de prevenir a doença é impedir o ciclo de reprodução do mosquito transmissor. O inseto coloca seus ovos apenas em acúmulos de água, sendo essa a razão para ele ser tão frequente em épocas de chuva. Muitos materiais podem se tornar propícios para o desenvolvimento de larvas do mosquito como: pneus velhos, caixas d’água, garrafas, calhas entupidas, vasos de flor e também recipientes jogados em lixo descoberto que possam acumular água.

A equipe de Controle de Vetores do município vem intensificando o trabalho de prevenção, visitando diariamente as residências e orientando os moradores sobre os riscos e precauções a serem tomadas.
A colaboração da população é fundamental para o combate ao mosquito recebendo bem os agentes e em caso de dúvidas, os mesmos estão aptos para saná-las.
 
Top