Menu

Polícia investiga onda de roubos de tratores em cinco cidades da região

Foram registrados roubos em propriedades em Itaí (SP), Paranapanema (SP), Taquarituba (SP), Itapeva 

 (SP) e Coronel Macedo (SP).

A polícia Civil investiga uma série de roubos a propriedades rurais de cinco cidades da região de Itapetininga (SP), entre o fim de 2016 e maio deste ano. Foram 11 tratores e produtos agrícolas roubados em Itaí (SP), Coronel Macedo (SP), Itapeva (SP), Paranapanema (SP) e Taquarituba (SP). Por enquanto ninguém foi preso.

O delegado Luís Rotelli, chefe da delegacia de Itaí, onde ocorreu o último dos roubos, acredita que os assaltos foram cometidos por uma mesma quadrilha. O motivo é a maneira de ação dos bandidos, que armados com revólveres sempre roubam à noite. Eles rendem os funcionários e pegam tratores.
Rotelli estima que o grupo é composto por 15 pessoas. “Pelo modo de agir dessas pessoas, os objetos que eles procuram levar principalmente tratores, enfim, pelas investigações identificamos que é uma quadrilha organizada e que objetiva esse tipo de crimes”, diz.
O crime mais recente, em Itaí, aconteceu em uma usina de álcool. Na ocasião, os criminosos levaram quatro tratores. Um funcionário da fazenda que prefere não ser identificado conta como o crime aconteceu. Um colega de trabalho foi ameaçado pelos criminosos:
“Ele [funcionário] estava à noite trabalhando no campo e foi abordado por dois meliantes tentando roubar os tratores. Prenderam ele no trator e falaram que era para ele ficar quieto e para esperar, até que o roubo fosse feito. Esse já é o segundo roubo de maquinário aqui nosso. Já aconteceu ano passado e agora novamente. A gente vê que está sempre repetindo a mesma coisa. À noite vem, leva e rouba”, comenta.
Enquanto ninguém é preso, produtores rurais da cidade e região temem que o mesmo aconteça com eles. “É preocupante, a Justiça tem que tomar providência. É perigoso demais. Se eles levaram quatro tratores de uma vez só deve ser uma quadrilha muito especializada”, alerta o agricultor Antônio Jacinto.
O delegado Rotelli dá algumas orientações para tentar evitar assaltos a propriedades: “Tomar cuidado na contratação de funcionários, saber os antecedentes criminais, 
procurar deixar esses tratores em locais seguros, identificados em galpões para que dificulte a ação desses meliantes.”

procurar deixar esses tratores em locais seguros, identificados em galpões para que dificulte a ação desses meliantes.”

 
Top