Menu


Erro crasso da Globo sobre ocupação de leitos em Avaré causa mal-estar na população e autoridades
Prefeito Jô Silvestre publicou nota exigindo uma retratação da emissora;
confira a real taxa de ocupação dos leitos de UTI destinados aos pacientes de COVID.
Por volta das 18:40hs dessa quarta-feira, 24, o prefeito Jô Silvestre divulgou uma nota nas redes sociais, acusando indiretamente a Globo de “fakenews”, ao errar feio as informações sobre a ocupação dos leitos de UTI, preparados para os pacientes de COVID-19, na Santa Casa de Avaré.
A matéria também causou muitos comentários em diversos grupos nas redes sociais do município, como também, autoridades da região ficaram preocupadas.
“A Globo anunciou hoje dia 24/06 que Avaré está com 100% dos leitos de COVID ocupado (veja rodapé da foto abaixo), causando grande preocupação na população e nas autoridades regionais. Conforme já publicado pela página da prefeitura, isso não condiz com a verdade, por isso estamos aguardando uma retificação do jornalismo Globo.” Escreveu o prefeito em seu perfil.
Logo depois da matéria, a Secretaria Municipal de Saúde, publicou um artigo esclarecendo a questão. Confira:
A Secretaria Municipal da Saúde de Avaré informa que o município conta com 14 leitos destinados ao tratamento de pacientes com Covid-19, sendo 10 leitos do tipo Enfermaria e outros 4 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
Até a manhã de quarta-feira, 24, o índice de ocupação na UTI por pacientes acometidos ou suspeitos de contaminação pelo novo coronavírus estava em 25%.
Ou seja, apenas 1 das 4 vagas está ocupada por um paciente oriundo de Piraju cujo quadro clínico necessita de suporte intensivo.
Este paciente ainda é considerado como “suspeito para Covid-19“, até que o resultado dos exames colhidos seja conhecido.
Todos os leitos mencionados estão localizados na Santa Casa de Misericórdia de Avaré, entidade que mantém convênio com a Prefeitura para a prestação de serviços médicos hospitalares.
Novos respiradores
Embora tenha recebido recentemente 10 respiradores, a Secretaria Municipal da Saúde de Avaré informa que a utilização dos equipamentos ainda depende da instalação e treinamento dos profissionais que irão utilizá-los por parte do fornecedor contratado pelo Governo do Estado de São Paulo.
Após isso, os mesmos já serão utilizados quando necessário. No mesmo sentido, é preciso que o Ministério da Saúde autorize a utilização de recursos para custear a ampliação do número de leitos, o que não impedirá que tais equipamentos sejam utilizados caso haja necessidade.
Superadas estas etapas, o município passará a contar com 24 leitos exclusivos para tratamento de pacientes acometidos pela Covid-19, ampliando a capacidade de atendimento à população.
 
Top