Menu


 O Hospital Municipal da Estância Turística de Paranapanema é o 1º da região a ter a própria usina de oxigênio medicinal, 100% sustentável. O equipamento foi adquirido pela Secretaria de Saúde do município e instalado nesta quarta-feira (16).


A usina de oxigênio é um equipamento bastante aliado no processo de tratamento da Covid-19, já que neste período os hospitais públicos estão superlotados e usando uma quantia muito grande de metros cúbicos de oxigênio por mês.

Além de ser eficiente e melhorar o tratamento das pessoas que lutam contra o Covid-19, a usina trará uma grande economia para o município. “Essa é a nossa intenção desde o começo; fazer bem feito e com responsabilidade com o dinheiro público. Nós estamos investindo cerca de R$120 mil por mês com algo em torno de 10 metros cúbicos de oxigênio por hora, para o hospital. Agora, com a usina, iremos produzir o dobro e gastaremos aproximadamente R$70 mil por mês”, destacou o Prefeito de Paranapanema, Rodolfo Fanganiello.

O Secretário de Saúde ainda explicou que agora, com o fornecimento próprio de oxigênio, o hospital poderá triplicar o número de leitos disponíveis para o tratamento da Covid-19. “Nós assumimos no começo do ano e tínhamos cerca de 4 leitos para pacientes contaminados com o vírus; neste momento, já estamos preparando para deixar 20 leitos disponíveis e aperfeiçoar cada vez mais o atendimento aos nossos munícipes”, destacou André Luis Dario.

Além disso, o Secretário ainda pontou que a importância da usina vai além da economia e eficiência. “Nós não corremos o risco de ficar na mão de fornecedor. Já aconteceu em várias cidades de faltar fornecedores de cilindros de oxigênio e isso coloca os pacientes em risco. Com a geração própria, iremos ter a certeza que não passaremos por um ‘apagão’ por falta de oxigênio no hospital municipal”, concluiu.

Release prefeitura de Paranapanema
 
Top